2019 - Komunga

O afrofuturismo se encontra com o tecnoxamanismo 

      A Komunga surge na cena independente com um som que mistura música eletrônica com proposta sonora e performática inspirada em elementos vindos do afrofuturismo e do tecnoxamanismo. É uma dupla formada pelas figuras Risoflora e Urukum, personificadas respectivamente pelos músicos Julio Rhazec e Lucas Baumgratz.
     Tais personagens representam dois espíritos das florestas: Risoflora é uma entidade que nasce da necessidade de auxílio ao povo da Diáspora Africana. Enquanto Urukum era um ser cultuado pelos antigos povos Ameríndios e ressurge no mundo atual como diplomata para negociar a paz por meio da música.

     O show é uma experiência sensitiva, com projeção, e ambientes sonoros que envolvem o espectador. Além é claro da música, que tem como base o eletrônico, ritmos de matrizes africanas e indígenas.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

O que andam falando sobre nós